Ex-Passo: Itinerância poética na ressignificação do espaço público.


Contemplar o pôr-do-sol é uma prática cada vez mais assídua para muitas pessoas em Salvador. Agora imagine, além de poder apreciar o espetáculo da natureza, ainda vivenciar a experiência de assistir gratuitamente a uma apresentação de dança na praia? É isso que a União Instável Criações está realizando em Ex-Passo.


No encontro de céu e mar e no vai e vem das águas, somos convidados a um redimensionamento do olhar e da percepção do espaço urbano. Pertencimento e interação. Transmutação do ambiente natural e público em espaço de reflexão e fruição estética. A praia como uma extensão da própria expressão artística.

Ex-passo surgiu em 2008, a partir de estudos e experimentos entre dança contemporânea e técnica circense de pernas de pau. Trabalho criado pelo ator, dançarino e diretor Claudio Machado, em parceria com a coreógrafa Líria Morays. Dez anos depois o projeto ganha novo fôlego ao utilizar o mar e a areia da praia como espaço cênico. Em cena, Machado uniu-se à dançarina Clara Garcia e aos dançarinos João Rafael Neto e Matias Santiago.


Segundo Machado, a intervenção artística tem como objetivo construir uma linguagem que seja singular e acessível ao público.