"Três na Folia" e o empoderamento feminino através da música


Por Tulani Nascimento*


A música está presente na vida de todas as pessoas nas mais diversas épocas, é um fator determinante da leitura de mundo e até mesmo é característica de cada grupo social em que estamos inseridos.


Música é substantivo feminino.


E a Bahia, do interior rural, do sertão até o litoral... A Bahia é música. Música que vai além do axé, do pagode e do arrocha. Não que esses estilos sejam ruins. Esses estilos conseguiram levar a muitas pessoas a espaços que não poderiam imaginar que iriam chegar, mas a música baiana é muito mais que isso: É MPB, é rock, é jazz, é DIVERSIDADE.


E se música é substantivo feminino, o Três na Folia é empoderamento, talento e força através das três potentes vozes das cantoras e compositoras Claúdia Cunha, Manuela Rodrigues e Sandra Simões. Projeto de resistência que reverência as mulheres, o respeito às diferenças e a diversidade. Essas três cantoras, com carreiras já consolidadas abriram os caminhos para novas compositoras baianas da cena independente da soteropólis desafiando o poderio masculino no exercício do oficio dominado tradicionalmente por homens. Merecem aplausos e, sobretudo, respeito pela batalha cotidiana no mercado comum da música.


No palco o público desfruta de uma sintonia perfeita que reflete uma amizade de mais de 15 anos que as fazem brilhar juntas em performances divertidas e vibrantes. Tem caráter, tem encanto, tem força.


Idealizado pelas três, a proposta celebra 12 anos e vai homenagear figuras femininas que desafiam padrões limitantes, a exemplo de Elza Soares, Rita Lee, Elke Maravilha, Maria Alcina. O repertório vai do frevo ao pagode, do carimbó ao funk. No palco acompanham novos e consagrados instrumentistas como Morotó Slim (guitarra), Cadinho Almeida (baixo), Felipe Pires (teclados) e Marcos Santos (bateria).


O “Três na Folia” surgiu a partir do lançamento do edital do carnaval em 2008 e se apresentou pela primeira vez, em 2009, no domingo de carnaval, abrindo os desfiles dos blocos no Circuito Osmar. A partir daí as três cantoras movimentam o circuito do carnaval com um repertório para quem quer curtir as sonoridades do carnaval antigo e atual com humor e ludicidade e representatividade.


Com CDs elogiados pelo público e crítica, turnês nacionais e internacionais, essas três são destaques na cena baiana. O projeto Três na Folia, encontro pontual e temático das cantoras, tornou-se um marco no carnaval de Salvador. O show acontece no Pelourinho, maior conjunto arquitetônico colonial da América Latina e reforça a importância da ocupação do Centro Histórico dentro do projeto Sons da Bahia, do teatro Sesc –Senac Pelourinho que tem como objetivo difundir o trabalho de artistas baianos que desenvolvem uma proposta diferenciada no cenário local, com composições que caracterizem e representem a diversidade da música feita na Bahia.


Serviço

Três na Folia

Local: Arena do Sesc-Senac Pelourinho (Pelourinho)

Data: 31 de janeiro

Ingressos à venda na bilheteria 10,00/5,00 (inteira e meia)

Horário: 20 hs


*Formada em Comunicação Social pela Ucsal e Pós Graduada em Administração de Indústrias Culturas pela Universidade de Valladolid.


Origem da imagem: Alessandra Nohvais

7 visualizações0 comentário