Covid 19 – nome do Corona Vírus

February 18, 2020

 

 

 

Atualmente o temível corona vírus passou a ser chamado de Covid 19 (acabo de ver a matéria no noticiário, às 21:45h). A “mera” modificação do nome me fizeram lembrar de uma crítica na defesa de minha dissertação em sociologia, sobre vírus Zika. Um membro da banca dizia que o nome não tinha importância. Diante da mudança de nome do corona, podemos dizer o mesmo? É essa sutileza que passou despercebida pelo membro da banca e que passa, normalmente, pelo público não especializado.

 

Você já se perguntou o que significa “O Brasil decretou Estado de Emergência?”, ou quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) decide considerar o Covid 19 como uma ameaça global, com o Zika em 2015? Trata-se de modificar o modo como lidamos, temporalmente, e politicamente, com frentes de combate às ameaças: o regime temporal de ação muda ou, em termos simples, simplificamos a burocracia para acelerar processos de mobilização de recursos.

 

Quando acionamos o vírus Zika a um histórico que vai até 1947, na África, estabelecemos uma escala global de conhecimento científico compartilhado sobre o assunto: é essa rede que permite a ciência reagir rápido a uma doença. Mas a ciência não age “sozinha” e é aqui que não podemos mais separar esses “híbridos” entre ciência e política. No caso da criação do Covid 19, estamos diante da produção de um vírus, em linguagem técnica: do fechamento de uma caixa-preta. Ao iniciar a história deste vírus – o 19 refere-se ao ano de 2019 – estamos diante de um marcador temporal que gerará uma cadeia de referências, um histórico, um arquivo sobre as ações e práticas desdobradas no combate ao vírus novo.

 

A escala global, por sua vez, opera como acúmulo e compartilhamento de conhecimento científico em um padrão de tempo ordenado, o corona de 2019. A ciência, portanto, não pode abrir mão de um calendário difundido e um padrão de linguagem compartilhada. É assim que sentimos o efeito “mundial” da ciência ou que temos a impressão de viver em uma “época” que nos afasta do “passado”. Nosso tempo presente, 2020, faz parte da época do Covid 19. Eis nossa “época”.

 

Por último, é importante lembrar que o Produto Interno Bruto (PIB) chinês ou, em sentido mais amplo, o desenvolvimento econômico mundial, tornou-se uma dor de cabeça, pois afetado pelo Cobid 19 – é que chamo de “contaminação de ações no mercado financeiro”. Aqui, vemos que os modelos de compreensão acadêmicos precisam se atualizar para lidar com assuntos que não podem mais colocar a áreas científicas em separado: o social de um lado, a política, a biologia, a economia do outro. O que parece estar claro, em nossa “época”, é que vivemos em uma “época” em que o “tempo” agora agrega diferentes experiências, gerando efeitos pragmáticos sobre diferentes esferas de nossas vidas. Por isso, a mudança de nome não é “apenas” uma troca de nome, é o estabelecimento de uma padronização de práticas em escala global para lidar com a possível pandemia de Cobid 19.

 

Imagem: https://www.aljazeera.com/mritems/imagecache/mbdxxlarge/mritems/Images/2020/2/10/740d176f4ea84976bd250353f736d0e9_18.jpg

Compartilhar
Please reload

RECEBA AS NOVIDADES

        PARCEIROS

© 2019 por Soteroprosa | Design por Stephanie Nascimento. Implementação e suporte por Wix.com.