Será que vale a pena o debate político entre Gabriela Prioli e Anitta?

May 24, 2020

 

Gabriela Prioli é uma advogada, mestra em direito penal pela USP e professora da pós graduação na faculdade Mackenzie. Ela ficou conhecida no ano de 2020 por seus debates com integrantes da extrema direita , no canal fechado CNN, um dos mais famosos foi com o representante da direita e também contratado da CNN, Caio Copolla.

 

Prioli divide opiniões já que muitos concordam com o discurso conciliador que ela propõe, mas outros a comparam com a deputada Tabata Amaral, do PDT, partido comandado por Ciro Gomes, que decepcionou ao mostrar-se progressista e, no entanto, votar a favor da reforma da previdência em 2019.

 

Ao compará-la com Amaral, muitas pessoas da esquerda, principalmente da extrema esquerda, mostram que não confiam na advogada e nesse discurso de conciliação já que a qualquer momento ela pode se inclinar ao centro e ao discurso da direita como fez a deputada do PDT.

 

Anitta, ao contrário de Gabriela Prioli que está engajada no cenário político nacional, sempre preferiu se isentar dessa questão. À exemplo de 2018 quando ela disse que o voto era secreto, episódio que gerou um de seus inúmeros cancelamentos já que uma parte de seu público LGBT estaria ameaçada pelo até então candidato da extrema direita: Jair Bolsonaro.

 

Chegamos em 2020 e o cenário da política brasileira deu tantos giros que Anitta se encontrou com Gabriela Prioli em uma live sobre política. Essa atitude da cantora pop internacional se deve, entre vários motivos, a mobilização de influencers na campanha antifascismo, em especial, o crédito disso é atribuído ao youtuber Felipe Neto que recentemente participou do programa Roda Viva, da tv Cultura.

 

A campanha anti fascismo sem tomar partido, nesse caso, sem assumir um posicionamento voltado para a esquerda, tem causado controvérsias, pois algo parecido aconteceu em 2013 quando as manifestações apartidárias acabaram fortalecendo esse movimento perigoso da extrema direita e o anti petismo, esse último o principal motivador da eleição do presidente. Será que o discurso conciliador é o melhor para agora?

 

Nessa via, tentando se politizar, a cantora Anitta ao pedir ajuda a Prioli para entender a política brasileira, como funciona coisas básicas como a divisão dos três poderes, também se envolveu em uma polêmica. Muita gente a chamou de burra, o que é um discurso preconceituoso e perigoso já que uma boa parte dos brasileiros não tem acesso a educação de qualidade.

 

No entanto, não podemos nos prender ao discurso da falta de educação escolar, uma vez que isso reforça o estereótipo da pessoa proveniente de escola pública que tem um ensino deficiente. Existem milhares de exemplos de pessoas periféricas que produzem conteúdos extremamente valorativos para a sua comunidade e para além dela.

 

Não quero dar margem a um discurso meritocrático. Mas até que ponto Anitta de fato não sabia do que aquele assunto se tratava? De fato ela não estudou Revolução Francesa na escola? Muitas vezes a cantora parecia performar um alguém ignorante, no sentido de não ter tido estudo e justificar seus cancelamentos a partir dessa ideia do “não saber o que estava falando”.  

 

Entretanto, ainda que de fato ela não soubesse, agora ela sabe, então se ela continuar perpetuando as mesmas opiniões, o que seria no mínimo cinismo, ela apenas corroborará com o discurso do opressor e não terá uma justificativa para dizer que não sabia o que estava falando. Não podemos esquecer que Anitta é uma pessoa pública que influencia milhares de outras pessoas que a admiram, logo, seu discurso tem força.

 

Gabriela Prioli foi extremamente didática em sua fala, proferindo um discurso raso e simplificando a política, algo que ela mesma reitera várias vezes em seus vídeos para o youtube que não é algo simples. Porém, o fato dela mostrar uma fala acessível e atingir um público de massa, os seguidores de Anitta, a advogada e apresentadora consegue aproximar a política de uma gama de pessoas que não se interessam ou não tem acesso ao assunto deixando-o mais compreensível, ressaltando seu papel no cotidiano.

 

Esse marketing de ambas as partes tem pontos positivos e negativos. O principal fator positivo é a aproximação de um discurso político e o negativo, o esvaziamento desse. É interessante que se ouça Prioli e Anitta como um ponto de partida para uma reflexão, mas que a procura pelo conhecimento político não se baste nas duas.

 

 

FONTE DA IMAGEM : https://i.ytimg.com/vi/qEckEk6jgkw/maxresdefault.jpg

Compartilhar
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey G+ Icon

RECEBA AS NOVIDADES

SOTEROPROSA: OLHARES CONTEMPORÂNEOS

CULTURA, SOCIEDADE, ARTE E MUITO MAIS

© 2019 por Soteroprosa | Design por Stephanie Nascimento. Implementação e suporte por Wix.com.