top of page

A CRÔNICA DA FOME





* Por Tiago Fonseca


Antes de materializar o encontro e sermos apresentados por uma amiga, conversamos muito sobre tudo. De tudo que conversamos, notei que ela tinha uma preocupação de visualizar detalhes do meu ser, meu caráter… Ela me chamou de doce, de extraordinário e comunista.


Me perguntou em seguida o que eu não suportava em alguém.... O que me deixava irritado. Eu respondi que não tinha diálogo com a fome. Só a fome era capaz de me deixar irritado.


Passado os dias, estava no shopping, perguntei onde ela estava Ela disse que estava por perto. Perguntei se ela poderia vir ao meu encontro, comer alguma coisa, pois estava com fome. Ela disse que sim, mas que viria andando.


Ela anda devagar. Então, imediatamente mandei o dinheiro do táxi para ela vir o quanto antes. Após ter recebido o pix, ela disse que não ia pegar o táxi, que era muito caro, e que o Uber estava dando o dobro do preço. Ela viria andando.


Saí do shopping andando para tentar encontrá-la no caminho e começou a chover. Por se tratar de uma praça separada por um grande rio, nós acabamos nos desencontrando. Ela foi por um lado, eu por outro. Ao entender tal situação, voltei, apressei os passos, e recebi uma mensagem. Era ela. Disse que já tinha chegado.


Voltei para o shopping, procurei com afinco, mas não a encontrei. Mandei outra mensagem perguntando onde ela estava. Ela respondeu. Disse que estava em um café. Quando cheguei lá, ela já estava comendo.


___________________________


Tiago Fonseca é fundador do PSOL, conselheiro político do centro palmares e promotor de direitos humanos. INSTA: @fonsecatiagopsol




Tags:

37 visualizações0 comentário

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page