top of page

A LINHA TÊNUE ENTRE CRIATIVIDADE E INFORMALIDADE.




Em 2005, o cantor e compositor Paul McCartney lançou a canção “Fine line ” afirma existir uma linha tênue entre a imprudência e a coragem. No Brasil, a mesma temática é esboçada na canção de Maria Gadú que com firmeza diz que entre o bem e o mal assim, como o amor e ódio, há linha é tênue. Ou seja, há uma diferença sutil. Quando o assunto é produzir textos, essa problemática também é protuberante. Afinal, Ser criativo é ter licença para desviar da sintaxe e da ortografia? Caso seja inventivo, serei taxado como um informal? Como usar a escrita engenhosa a favor da tão cobiçada nota 1.000 no ENEM? Hoje entrevistamos Heliane Ferreira Carioca, (Rio de Janeiro) é Historiadora com especialização em História Antiga UERJ-2018, professora multidisciplinar em Sociologia, Filosofia e atua na elaboração de escrita e comunicação criativa desde 2019.


DEISE NATIVIDADE: Diante da sua experiência com a escrita. Qual a principal diferença entre a escrita acadêmica e a escrita criativa?


Heliane: A escrita criativa e a escrita acadêmica são duas formas distintas de expressão escrita, cada uma com suas especificidades. Na escrita Criativa expressão individual, a imaginação e a criatividade são os enfoques, pode ser mais subjetivo e pessoal, permitindo uma voz autoral forte. Não segue necessariamente um formato rígido, podendo variar em termos de estrutura narrativa, estilo e tom. Método aristotélico. O objetivo principal é entreter, emocionar e/ou transmitir uma mensagem artística. Um tom ficcional.

Exemplos: romances, contos, poesia, peças de teatro.

Escrita Acadêmica: Prioriza a pesquisa, análise crítica e argumentação baseada em evidências. Deve ser objetivo e impessoal, evitando opiniões pessoais. Geralmente segue um formato específico com introdução, desenvolvimento e conclusão, uma norma ABNT.

Objetivo: O objetivo principal é informar, persuadir ou contribuir para o conhecimento acadêmico.

Exemplos: Monografias, TCCs, artigos acadêmicos, ensaios acadêmicos, teses.

Em resumo, a escrita criativa é mais livre, subjetiva e artística, enquanto a escrita acadêmica é mais estruturada, objetiva e baseada em pesquisa. Cada uma serve a diferentes propósitos e públicos, e é importante adaptar o estilo de escrita conforme a situação e o contexto.


DEISE NATIVIDADE: Acha que a predileção pelo texto dissertativo-argumentativo (PADRÃO ENEM) impede que os candidatos encarem a produção textual como uma atividade prazerosa?


Heliane: Sim, a razão para isso é que o formato de dissertação argumentativa muitas vezes prioriza a objetividade e a estrutura sobre a criatividade e a expressão individual. Os candidatos podem sentir que estão sendo avaliados principalmente com base em critérios rígidos, como a estrutura do texto e a clareza dos argumentos, em vez de sua capacidade de expressar suas próprias vozes e estilos de escrita. Em resumo, embora os exames como o ENEM possam focar predominantemente o formato dissertativo-argumentativo, isso não deve impedir que os candidatos vejam a escrita como uma atividade prazerosa. Fora do contexto de avaliações formais, a escrita pode ser uma forma gratificante de expressão pessoal e criativa.


DEISE NATIVIDADE: O seu olhar de Historiadora enxerga a tecnologia como um vilão para com a criatividade?


Heliane: Excelente pergunta: existe “Uma linha tênue” que a tecnologia em si não é intrinsecamente boa ou má para a criatividade. Ela pode tanto estimular como inibir a criatividade, dependendo de como é utilizada e do contexto em que se insere. As tecnologias possuem ferramentas que ajudam os pesquisadores de diversas áreas. Por um lado, podem inspirar a criatividade. O acesso fácil à informação, plataformas de colaboração online e software de criação podem ampliar as possibilidades criativas. Por exemplo, artistas e escritores podem usar tecnologia para experimentar novos formatos e alcançar audiências globais. Atualmente temos blogs, podcast, YouTube entre outras ferramentas de comunicação. Mas, o uso excessivo ou a dependência da tecnologia pode limitar potencialmente a criatividade. As redes sociais, por exemplo, podem dificultar a concentração necessária para a criatividade. Alienação pelo processo de automação levando a ações repetitivas, mas também pode realizar liberar tempo para atividades criativas.


DEISE NATIVIDADE: Tendo em vista a importância do repertório sociocultural para a construção do texto dissertativo argumentativo (PADRÃO ENEM) acredita que a criatividade é uma ferramenta para o alcance desta habilidade?


Heliane: Bem lembrado. Sim, sem dúvida. Filmes, séries ou músicas podem ser usados como metáforas para introduzir aos temas.

Exemplo, Bird in Box (pássaro na gaiola) direção Susanne Bier, 2018: Pode fazer a conexão sobre medos e fobias sociais, fato vivido durante a pandemia do Covid-19. O isolamento dos personagens no filme pode ser comparado ao isolamento social na vida real, especialmente em tempos de pandemia ou em questões relacionadas à saúde mental.


DEISE NATIVIDADE: Li uma frase sua que diz “Eu sou uma longa história” Consegue sintetizar seu trabalho com a literatura?

Heliane: Sim, seguindo a reflexão da linha tênue. Cada dia, escrevo um novo capítulo na minha longa história, seja ele contemplativo ou não. Isso enfatiza que cada dia é uma oportunidade para adicionar algo novo à minha narrativa pessoal, independentemente de ser um momento contemplativo ou não.


DEISE NATIVIDADE: O que podemos esperar do seu mini book? Já tem previsão para o lançamento?


Heliane: Ainda não, aguardando as revisões e processos de direitos autorais. Creio que no final de outubro início de novembro.


DEISE NATIVIDADE: Em algumas conversas ficou nítido o seu desejo de que o seu mini book não seja vendido, mas que esteja acessível para todos que desejem fazer a leitura. Qual o seu conceito para com o mercado editorial e o semear leitura?


Heliane: Bom, mercado editorial no Brasil é bem complexo, durante a pandemia2020 muitos escritores apareceram nas redes, eu fui uma dessas aparições (risos). Atualmente o número de autores independes tem crescido, eu sou uma autora independente, o número de plataformas para livros é grande, a Amazon é uma delas. Há diversas formas para publicações, porém entender as tecnologias e como a atua o mercado é importante para não cair em armadilhas.

Sim, totalmente gratuito e para ser lido online. O ponto importante é que ele possa ser incentivo tanto para leitura e criatividade.


DEISE NATIVIDADE: Voltando para o aspecto ENEM tem uma aposta para o tema da redação 2023?


Heliane: É difícil sabe, mas sugiro Cada um dos 17 ODS 2030 da ONU. O objetivo é a promoção de um desenvolvimento mais justo, sustentável, diverso e inclusivo. Assim, sua principal proposta é garantir que todas as pessoas possam se desenvolver, desfrutar de paz e prosperidade e ter mais qualidade de vida. Os objetivos também buscam facilitar o desenvolvimento de ações integradas pelo mundo, de modo a gerar impactos reais na construção do desenvolvimento sustentável. Isso é possível graças ao fato de as ações agregarem diferentes níveis de governo, empresas e sociedade na totalidade, abordando temas saúde, meio ambiente, educação, energia, água e igualdade de gênero. [1]


DEISE NATIVIDADE: Qual recado final gostaria de deixar para todos os leitores do soteroprosa?


Heliane: primeiro agradecer a oportunidade de falar de temas importantes. Lembrar que todos os temas estão relacionados ás questões universais do ser humano e seus desafios nas relações pessoas, trabalho e carreira, educação, família entre outras. Desejo que realizem uma boa prova e sucesso! Obrigada!


______________________________________________________

[1] Link: Site:

59 visualizações0 comentário

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page