GORDOFOBIA E ISOLAMENTO SOCIAL


O corpo gordo é um grande tabu na nossa sociedade contemporânea. Juntamente com as formas voluptuosas e de grande beleza barroca existe todo um estigma de que estar acima do peso considerado o ideal significa não estar bem de saúde, o que é uma falácia.


Muitas vezes apresentar um corpo magro ou ao menos considerado aceitável para a sociedade é se privar de comer aquilo que é considerado “lixo” ou “ruim” para o organismo. Algo extremamente cruel já que nenhuma comida deveria ser caracterizada como tal uma vez que o alimento também proporciona prazer e une as pessoas.


Comer significa ter um cuidado com si próprio. E a ideia do autocuidado engloba a saúde mental. Então, escolher o que comer ou não, além de contribuir para a saúde física também o faz para o equilíbrio da mente.


Entretanto, ser gordo não tem a ver necessariamente com a alimentação ou a falta de atividade física, assim como ser magro não está efetivamente relacionado a esses hábitos. Cada pessoa tem um biótipo e um metabolismo. Estar saudável pode sim estar relacionado a esses hábitos, mas não necessariamente o corpo refletirá neles.


Por trás do discurso de promoção da saúde -nem sempre realista- existe toda uma pressão estética que desencadeia inúmeras doenças como anorexia, bulimia, além de ansiedade e depressão. Nessa mesma via anúncios de dietas milagrosas e suplementação se aproveitam dessa ditadura da magreza.


Em tempos anteriores a pandemia, toda essa discussão era debatida dentro da vida corrida entre McDonald e academia. Porém, com o isolamento social, olhar para dentro de si se tornou quase que uma necessidade e com isso veio os incentivos para fazer atividade física em casa e não comer certos alimentos.


Fazer atividade física pode diminuir sim a ansiedade e melhorar o humor ao liberar hormônios que equilibram o funcionamento do cérebro e do próprio corpo, mas fazer isso para manter apenas uma estética durante a pandemia é um ato masoquista, assim como em qualquer outro período.


A mesma coisa ocorre com relação a alimentação. Alguns alimentos podem proporcionar um bem estar. Volta e meia vejo posts e até amigos comentando que sairão mais gordos desse isolamento social. Algo extremamente preoc