top of page

CARTA ABERTA A BYD, VAMOS RENOVAR O TEATRO NA BAHIA?




Prezada BYD, Recebam um caloroso bem-vindo à Bahia! Já pensaram em transformar o panorama artístico com o seu apoio financeiro? Se sim, o que está faltando? E porque o estado não fez esse diálogo? Já sei a resposta, não está tudo bem, mas tudo bem, vamos esperar novas eleições. Talvez, no futuro, tenhamos alguém de competência técnica na pasta da secretaria da cultura, não alguém especialista em redes sociais. Se não, tomo a ousadia de vir aqui publicamente fazer o convite.


Na Bahia, dizemos que a ousadia é o primeiro passo para a realização de um sonho. É com esse espírito que me dirijo a vocês, uma das líderes globais no setor de veículos elétricos. Este convite é mais do que um chamado, é um apelo para que nos unamos em prol de um sonho comum: a renovação do teatro e das artes na Bahia.


Em grandes nações que se respeitam e respeitam as artes e cultura, em que residem a alma e as identidades de um povo, o orçamento público e privado se dedicam a isso, sabe o por quê? Porque sabem do capital simbólico e financeiro da indústria criativa e do entretenimento, olha aí Hollywood, Festival de Avignon, Broadway, e muitos outros. Sabe o que ele tem em comum? Aporte financeiro privado e público, ou seja, o estado investe e empresas também. Não é à toa que vemos seus carros na novela. Queremos ver também nos teatros, ampliando esse compromisso e troca com a Bahia.


Vocês incentivam a todos a perseguirem seus sonhos: Build Your Dreams. Hoje, eu os convido a fazerem parte do nosso: revitalizar o cenário teatral e das artes na Bahia. A renovação que proponho vai além dos palcos; é uma renovação de esperança, alinhada aos valores de sustentabilidade e inovação que a BYD representa. O teatro, ou as artes de forma geral, com sua capacidade de renovar cenários, emoções e pensamentos, impacta milhares de vidas, assim como a energia limpa transforma nossa relação com o meio ambiente.


Por que não unir essas duas forças transformadoras? Há muito a ganhar nessa parceria. Que tal começarmos com o patrocínio de um festival ou a construção do Teatro Harildo Déda? Déda, nosso mestre querido nos deixou recentemente, um homem de teatro, que durante 70 anos impactou baianos e baianos com sua arte, chegando a ser reconhecido nacional e internacionalmente, referência de grandes artistas como Wagner Moura, Vladimir Brichta, Cobrinha, e por aí vai. Basta ler seu livro na coletânea Mestres da Cena, Harildo Déda, a matéria dos sonhos, escritos por Luiz Marfuz e Raimundo Matos de Leão. Mas tem também outros artistas que merecem essa homenagem também. Fique à vontade para escolher.


Estamos abertos a discussões e ideias, e acredito que um diálogo frutífero pode surgir da colaboração com produtores culturais experientes da Bahia, como Maria Prado, Valdinéia Soriano, Selma Santos, Luís Antônio Sena Jr., Vadinha Moura, Cristina Castro, Eddy Veríssimo, Fernanda Paquelet, e Rosa Villas Boas, entre outros talentos a perder de vista que enriquecem nossa cultura.


Uma iniciativa como um edital cultural BYD poderia ser um excelente ponto de partida. O que acham dessa proposta? Todo mundo ganha. Aguardamos ansiosamente a oportunidade de conversarmos mais sobre como podemos tornar esse sonho uma realidade.


Atenciosamente, todes/as/os aqueles que sonham em renovar as artes. Agora, conheçam os eventos de Teatro em Salvador e região no mês de maio:















106 visualizações0 comentário

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page